recordações - guarulhos

Amigos perdidos? Amigos reencontrados?
Escrito por Ada 
http://coisasdeada.blogspot.com.br

O páteo da minha escola
Aqui vem uma primeira tentativa de relembrar meus amigos de infância e adolescência dos tempos de ginásio. Uma bela escola, cheia de histórias. Na verdade, uma tentativa de lembrar de mim...

1967
Primeiro ano de ginásio. Treze anos de idade. A escola – Conselheiro Crispiniano – construída por Vilanova Artigas, sobre a qual falarei num outro momento, pois há o que falar sobre ela.
O lugar, Guarulhos, uma cidade da Grande São Paulo, que tinha a maior renda per cápita e à época muitas fábricas. Cidade feia, no meu conceito de beleza de cidade. Cidade proletária. Mas eu não entendia a analogia de cidade feia versus vida proletária onde os operários dão seu sangue na produção e vivem em condições desfavoráveis.


alienados e felizes
Todos éramos filhos destes proletários. Meu pai, operário da Olivetti. Crianças que viviam felizes em bailinhos com luz negra, o único lazer no fim de semana. A escola era o elo de ligação. Jogar handebol, basquete, queimada, brincar no recreio, escrever no livro de recordações das amiguinhas, hastear a bandeira e cantar o hino nacional com a mão no peito, desfilar no sete de setembro e tocar na fanfarra pela avenida Dom Pedro, a principal da cidade. 
Eu nem sabia quem havia construído a nossa escola. Nem sabia quem havia pintado aquele painel tão vivo na memória quando o vejo hoje, lá no páteo onde brincávamos. A gente estudava o que os livros de história impunham. Sem noção nenhuma. O país vivia um regime militar com o golpe de 1964. Quer saber quem era o presidente da República?http://www.brasilrepublica.hpg.ig.com.br/presidentesbr.htm
desfile no 7 de setembro
Segundo ano de ginásio. Quatorze anos de idade. O AI5 – ato institucional nº 5 - acabava de ser instituído em 13 de dezembro deste ano. Erasmo Dias com cara de monstro dizia: “eu prendo e arrebento” e prisões, torturas, as bocas caladas à força. A tropicália surge com Caetano Veloso, Gilberto Gil. Junto vem os Mutantes, os Beatles. A MPB do Paulinho da Viola e Elis Regina já vigorava. Os festivais, os protestos de estudantes. A UNE. A gente nem falava sobre isso. Falava? A gente nem conhecia isso. Conhecia? O que mesmo
a gente fazia?
Assusta-me conhecer a história do Brasil onde eu existia mas não fazia parte ativa e que descobri nos livros, anos depois. Dormia no berço esplêndido da minha adolescência iniciante, quase infância. Colecionávamos os “brucutus”, metaizinhos que revestiam o esguicho de água para limpar pára-brisas do fusca e gritávamos nas matinês do cinema no filme dos Beatles... e depois queríamos usar o anel de rubi que o Ringo Star usava e que os camelôs - eram poucos - vendiam como auge da moda. Mas éramos muito jovens ainda prá lutar. http://txt.estado.com.br/edicao/especial/AI5/ai56.html
E enquanto isso... seguiam-se então os anos mais duros da vida do Brasil. Anos de chumbo. Estávamos ali, pelas beiradas do olho daquele furacão.

Eu gosto de melancia
"Tudo isso acontecendo, eu aqui na praça, comendo melancia..."1973
Faculdade de Arquitetura Farias Brito. Dezoito anos! Tinham se passados então os 4 anos do ginásio e os 3 de colégio. Todos eles na ditadura, com a mesma turma, no mesmo colégio. Passaram-se assim, sabe-se lá, que a minha memória tenta recuperar.
Mas foi aí que descobri o que “rolava” no mundo. Afinal ser promovido a estudante universitário é, e sempre foi, um status que traz novos desafios. Eu vi que a minha cidade era feia porque era proletária. Entendi o que era essa palavra que nunca tinha ouvido falar. Ser rica nunca tinha sido meu objetivo, mas esse pensar se acentuou muito. Vi que existiam classes, a dos pobres e a dos ricos. Não era justo produzir e não possuir o produzido. Não era justo vender a força de trabalho e vendê-la por tão pouco. Não era justo fazer o carro e não tê-lo, ou uma casa - já ouviu o Chico Buarque cantando um operário em construção? Meu pai era ateu e creio me influenciou bastante na forma de ver o mundo.
Ouvi de soslaio no rádio, num dia daqueles, sobre a Guerrilha do Araguaia.http://www.vermelho.org.br/araguaia/martires.asp
Vi que tinha gente resistindo e morrendo por esse ideal de libertação. Eu queria fazer parte da história do meu País. Ser assim alienada me incomodava. Virei rebelde com causa. Entrei no mundo dos adultos. Um mundo novo então se abriu à minha frente. 
Era um mundo ilegal, desafiante, instigante. Tinha que viver nele, participar dele. Fiz teatro, participei dos DCEs, entrei nas passeatas dos estudantes do largo São Francisco levando jato d´água e bomba de gás lacrimogêneo e correndo da polícia. Achei o Partido Comunista do Brasil.
Meus amigos da infância, que hoje revejo depois de 30 anos, tinham ficado apenas no passado. Nunca mais tive notícias deles. Queria trilhar novos caminhos e eles não estavam comigo nesses novos caminhos. Nunca pude encontrá-los na mesma trincheira. Onde eles estavam? Então eles ficaram esquecidos? Adotei novos amigos e novas novas idéias. Cresci, casei, tenho filha linda, casei, separei, casei de novo. Meus amigos de infância ficaram fora dessa minha nova realidade.
Só as meninas
E hoje quando os revi, ainda em doses homeopáticas, ainda sem reconhecê-los e entender o que são, além de muito curiosa sobre seus destinos, sinto um misto de saudade da infância, da inocência

Só os meninos
Sinto mesmo é a saudade de uma coisa que ainda não aconteceu e pela qual continuo lutando: um mundo livre, um mundo socialista.
Um abraço a vocês meus amigos queridos, ao lembrar de mim, lembro-me de vocês. Espero estejam felizes. Eu estou. Segui o caminho que achei mais justo e espero poder compartilhar meu presente, assim como estamos compartilhando nosso passado.



Escrito por Touché às 02h13
[] [envie esta mensagem] []



guaru mix-curiosidades e informações sobre guarulhos/sp

GUARU MIX  
Um pouco da cidade de Guarulhos, SP. 

*

IMIGRANTES, OLARIA, VILA AUGUSTA : ENTREVISTA VALTER MANDOTTI 

"Vou reproduzir uma entrevista de Valter Mandotti, funcionário graduado da Prefeitura, ao Jornal de Guarulhos. Os pais dele, descendentes de italianos, vieram do interior do Estado e compraram um olaria em Guarulhos.

Eles fazem parte de uma onda de imigrações de italianos que começou no final do século passado e continuou nas primeiras décadas deste século. 

Em 1923. os italianos eram 50% dos proprietários rurais deste município. Naquela época, e nos anos posteriores, a olaria era um dos ramos produtivos mais importantes desta região, ao lado de outras atividades como a agricultura, a extração de areia, pedregulho, caulim, lenha, carvão e de algumas poucas e pequenas indústrias de tecidos, couro e alimentos. 

Mais tarde, em 1942, chegou a haver 100 olarias no município.

Dizia Mandotti: " Meu pai, juntamente com seus seis irmãos, compraram uma olaria no Bairro dos Teles, hoje Vila Augusta, onde também existia um porto para extração de areia. Foi nesse bairro que nasci, em 1943. Minha infância foi toda ela vivida no bairro de Vila Augusta, na época, um bairro muito simples, muito pacato, porém muito aconchegante. Todos os seus habitates eram amigos. Eu ia com frequência à olaria de meu pai, jogava futebol, tomava banho no rio Tietê, participava de pescarias, andava a cavalo. Aos domingos, o programa dos guarulhenses da época era passear de barco pelo rio Tietê." ( fonte: Elói Pietá, "Revirando a história de Guarulhos", editora Cajá,1992 ) "

*

CRONOLOGIA GUARULHENSE - GRÊMIO LITERÁRIO RECREATIVO GUARULHOS


5/1/1915 - É fundado o Grêmio Literário Recreativo-Guarulhos. Sua diretoria, eleita em escrutínio secreto, ficou assim constituída: Padre Celestino Gomes de Oliveira Figueiredo ( Presidente), Guilherme Prestes Mubach (vice), Guilhermino Rodrigues de Lima, Brasílio Marcondes Machado, Gaspar Gomes de Oliveira Figueiredo, Antonio Batista de Lima, Constâncio Tianni e Artur Marret. Essa diretoria foi empossada no dia 10 do mesmo mês. Abrilhentou a festa a Corporação Musical Lyra de Guarulhos. (fonte: João Ranali, "Cronologia Guarulhense, 1º volume, Glórias, Alegrias e Tristezas de uma Cidade",1986) 

*

CRONOLOGIA GUARULHENSE - A PRIMEIRA ESCRITURA 


23/11/1840 - É lavrada a primeira escritura em Guarulhos, pela qual Mariano José Leite e sua mulher Gertrudes Penteado fizeram doação de suas terras à filha Maria. (fonte: João Ranali, "Cronologia Guarulhense, 1º volume, Glórias, Alegrias e Tristezas de uma Cidade",1986) 




Escrito por Touché às 00h53
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]





Meu perfil
BRASIL, Sudeste, GUARULHOS, VILA AUGUSTA, Homem, Portuguese, Arte e cultura, Músicatouche.sp@uol.com.br


Histórico
    Votação
    Dê uma nota para meu blog


    Outros sites
    A Cigarra
    A APRENDIZ ..
    ANA
    Antonio - Meu outtro blog
    Adriana Zapparolli -Zenite-
    Ady Cavalcante - BrevesHistóriasCotidianas
    BETHO SIDES
    Bar do Escritor
    Blocos On Line - literatura
    CHICO BRITO/GUARULHOS
    CATHIAHO. SONHOS E DELIRIOS
    CHUVINHA
    Denise - MsgPráVc
    Claúdio Daniel - CantarAPeleDeLontra
    Denise Teixeira Viana
    Doroteia
    ÉRICO
    EVERALDO YGOR
    Eliane 3
    Eliane Alcantara 2
    Everi Carrara - TelescópioNegro
    Flávio Machado - DomínioPúblico
    INFETO
    Guia de Guarulhos
    Gildemar Pontes - Pão&PoesiaNaTerraDoSempre
    LAERÇON
    JEANINE WIL - BLOG CAMINHÃO DE MUDANÇA
    Juraci - Cenas&Fatos
    Lali-CoisasDaLali
    Lau Siqueira - PoesiaSim
    LI -PedraBrasileira
    Linaldo Guedes - ZumbiEscutandoBlues
    Louise Tomassi - RasgosDeMim
    Luiz Alberto Machado - ElaNuaÉLinda
    MARCELO
    MARCELO NOGAL
    Magriça , poesias e escritos
    Maísa -Pupila 2
    Márcia Maia - TábuaDeMarés
    Marisol -- ArtsEmGifsAssinaturasAnimadas
    Marisol- - - AssinaturasAnimadasII
    Mário Cézar - FacaDeFogo
    Mariza Lourenço - ProseandoComMariza
    MARTA-Minhas Idéias
    Miriam -MeuPorto
    Moacir Caetano
    NAENO
    Nel Meirelles - Fala Poética
    Olívia
    PAULO VIGU-Rio Daqui
    Poesia e Outras Bobagens
    Poetizando
    RADAR NOTICIAS - GUARULHOS
    Renato - UltimosVersosHumanus
    Pupila- OlharesDaPoesia
    SONIA_POESIA E VINHO TINTO
    Tertu - BlogUp
    VALÉRIA C
    Vanna - ReflexõeseOpiniões
    VINICIUS GONÇALVES DE ANDRADE
    Zandali - MundinhoDaZandali
    ZEZINHO FRANÇA - GUARULHOS
    Ziney - DezMinutos
    UOL
    UOL SITES






    Dicas para Blogs




    var linkwithin_site_id = 1316139; Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...